Visagismo e as técnicas ligadas a odontologia estética

Noventa por cento do público que procura por um tratamento odontológico está preocupado com a estética do rosto, logo a preocupação pela estética facial como um todo está ganhando cada vez mais força no mercado odontológico e trazendo para a odontologia a responsabilidade de cuidar da harmonização facial.

Atualmente  as técnicas de harmonização facial, utilizadas pelo visagismo, compostas por botox, ácido hialurônico e microagulhamento, por exemplo, servem para alcançar os objetivos estéticos dos clientes de uma maneira cada vez mais personalizada.

visagismo em odontologiaO nome visage, que em francês significa rosto, foi criado em 1937 por Fernand Aubry, para definir a arte de criar uma imagem pessoal, personalizada, baseada em particularidades únicas, formando um todo harmonioso. “Além de trazer mais harmonia e beleza, o conceito do visagismo analisa a imagem em que as linhas da face transmitem relativo à personalidade, ao comportamento e à identidade do cliente”, explica o ortodontista.

Esse conceito aplicado a ortodontia e a harmonização facial, permite que atualmente profissionais de odontologia façam um planejamento customizado, propondo soluções estéticas que mais se adequem ao perfil e necessidades do cliente, tendo como meta o aumento da autoestima e alcance dos objetivos pessoais.

“É interessante como todo o processo ajuda o cliente a refletir sobre si mesmo, sobre as exigências da sua vida pessoal e profissional”, afirma Djalma Faria Neto que fez curso de visagismo com o Philip Hallawell (criador do conceito) e vem trabalhando essas novas técnicas com a odontologia há mais de dois anos. O ortodontista conta que já cuidou de diversos casos, mas que os mais comuns são quando os pacientes querem passar uma imagem diferente para aqueles que os olham.

Segundo Djalma as vontades dos pacientes são as maiores dificuldades, já que muitas vezes os procedimentos e resultados que desejam, não são os que combinam com seus rostos. Por isso, é necessário saber que “Cada padrão facial segue uma característica e não se pode fugir muito dela, tomando cuidado para o resultado não ficar artificial, como se vê muito nos dias de hoje”

É muito importante salientar que o paciente se sinta sempre confortável e que entenda todos os procedimentos que serão realizados, buscando sempre profissionais qualificados e sobretudo, que usem o bom senso na realização de tais procedimentos para chegar ao melhor resultado.

Fonte: Vira Comunicação

Enviar link para um amigoImprimir este artigo

Sobre o autor

Redação

Redação

Odontosites - Odontologia em um clique 12 anos de odontologia na internet • SiteTwitterFacebookGoogle+